Trégua em vigor em cidade do leste da Ucrânia para retirada de civis

Uma fonte ligada aos separatistas, Eduard Basurin, afirmou que trégua estará em vigor das 8h às 15h GMT (6h às 13h de Brasília)

iG Minas Gerais | AFP |

Doze pessoas, incluindo sete civis, morreram nas últimas 24 horas em combates entre o exército ucraniano e os rebeldes separatistas
DOMINIQUE FAGET / AFP
Doze pessoas, incluindo sete civis, morreram nas últimas 24 horas em combates entre o exército ucraniano e os rebeldes separatistas

As autoridades de Kiev e os separatistas pró-Rússia concluíram uma trégua para retirar nesta sexta-feira (6) os civis de Debaltseve, no leste da Ucrânia, anunciaram os dois lados.

"Chegamos a um acordo sobre uma trégua nesta sexta-feira (6) perto de Debaltseve para retirar os civis", declarou à AFP o chefe da polícia regional pró-Kiev, Viacheslav Abroskin.

Uma fonte ligada aos separatistas, Eduard Basurin, afirmou que trégua estará em vigor das 8H00 às 15H00 GMT (6H00 às 13H00 de Brasília).

Debaltseve é uma cidade estratégica que liga os dois redutos rebeldes de Lugansk e Donesk, cenário de ataques de artilharia durante dias, enquanto as forças ucranianas mantinham o controle de uma estrada que também foi alvo de ataques.

A Anistia Internacional advertiu esta semana que, apesar da maior parte dos 25.000 habitantes da localidade ter deixado a cidade, quase 7.000 civis continuavam retidos.

A trégua foi anunciada no mesmo dia em que o presidente francês, François Hollande, e a chanceler alemã, Angela Merkel, viajarão a Moscou para apresentar um novo plano de paz a Vladimir Putin, com o objetivo de acabar com um conflito que deixou mais de 5.300 mortos.  

Leia tudo sobre: UcrânialesteRússiaseparatistasconflitocessar-fogo