Piloto taiwanês morreu tentando controlar a aeronave

Corpo de comandante foi encontro com as duas mãos no manchete; quinze pessoas sobreviveram e outras 34 mortes foram confirmadas

iG Minas Gerais | AFP |

Imagens mostram manobra do avião da TransAsia sobre viaduto momentos antes da queda
AFP PHOTO / TVBS Taiwan
Imagens mostram manobra do avião da TransAsia sobre viaduto momentos antes da queda

Saudado como um herói por fazer de tudo para evitar a queda em bairros residenciais, o piloto do avião da TransAsia que sofreu um acidente na quarta-feira (4) em Taipé foi encontrado morto na cabine, com as duas mãos no manche de comando, informa a imprensa local.

O avião ATR 72-600 caiu na quarta-feira (4) nas águas geladas de um rio pouco depois de decolar do aeroporto Songshan de Taipé, com 53 passageiros e cinco integrantes da tripulação a bordo, 31 deles chineses.

O voo GE235 tinha como destino Kinmen, pequena ilha próxima do continente chinês mas controlada por Taiwan.

Imagens impactantes feitas por um cinegrafista amador mostram o ATR 72-600 perdendo altura e inclinado. A aeronave bateu com a asa em uma ponte e caiu no rio.

Além do piloto, Liao Chien-tsung, de 41 anos, morreram 34 pessoas. Quinze sobreviveram e as equipes de resgate ainda tentam recuperar oito corpos.

O corpo de Liao estava na cabine, com as duas mãos no manche de comando do avião e as duas pernas fraturadas, segundo o jornal taiwanês China Times.

"Ele se esforçou para manter o manche até o último momento, antes do avião cair no rio, para tentar controlar a direção e limitar os danos", afirma o jornal, que cita fontes ligadas à investigação.

As caixas-pretas foram recuperadas rapidamente.

Este foi o segundo acidente da companhia aérea em pouco mais de seis meses.

No dia 23 de julho do ano passado, um avião da TransAsia caiu com 54 passageiro e quatro membros da tripulação a bordo em uma ilha de Penghu, na costa oeste de Taiwan. Apenas 10 pessoas sobreviveram.  

Leia tudo sobre: acidenteaviãoTransAsiaTaiwan