Professor estupra menino de 13 anos durante aulas de matemática

Crime era praticado na casa da vítima, em Uberaba; suspeito confessou e foi preso; adolescente tem déficit de atenção e dificuldade de aprendizado

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Um professor de matemática, de 22 anos, foi preso após a família de um adolescente de 13 anos descobrir que o menino era vítima de estupro durante as aulas de reforço, contratadas pela mãe, em Uberaba, na região do Triângulo Mineiro. O crime acontecia na casa da vítima, quando nem a mãe, nem a avó do menino estavam presentes. O abuso se repetiu pelo menos por cinco vezes.

À Polícia Militar (PM), o menino contou que K.A.M.O.C., 22, dava aulas de reforço de matemática para ele duas vezes por semana, desde abril de 2014, na casa dele, na rua Prata, no bairro Leblon.

Por várias vezes ele teria sido estuprado pelo suspeito, que mostrava o pênis para ele, obrigou-o a praticar sexo oral e também anal, em vários cômodos da casa, como cozinha, banheiro e quarto. O homem pedia para que o adolescente não contasse nada para os familiares para que ele não perdesse o emprego.

Contudo, nessa semana, a mãe da vítima conseguiu que o suspeito confessasse, após perceber mudança no comportamento do menino, que tinha medo do homem. A mulher gravou a confissão.

A PM ainda encontrou no Facebook do suspeito conversas entre ele e o adolescente. A vítima já fez uma cirurgia neurológica e retirou cerca de 40% do lobo frontal do lado esquerdo do cérebro, o que deixou com déficit de atenção e dificuldade de aprendizado. O suspeito foi encaminhado para delegacia.  

Leia tudo sobre: estupromeninoadolescenteprofessormatemáticareforço