Deputados querem barrar os projetos

A água usada no processo é retirada de graça dos rios, apenas com outorga (autorização) de órgãos como Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) ou Agência Nacional de Águas (ANA)

iG Minas Gerais | Ana Paula Pedrosa |

Os minerodutos estão na mira dos deputados estaduais. O deputado Rogério Correa já desarquivou um projeto de sua autoria que pede a revogação do decreto que autoriza as desapropriações necessárias para a implantação do Vale do Rio Pardo, no Norte do Estado. “Estou tentando barrar esse mineroduto”, disse. O decreto foi assinado pelo então governador Antonio Anastasia.  

O deputado Iran Barbosa, que tomou posse nesta semana, disse que seu primeiro projeto será para obrigar as mineradoras a transportem minério a vácuo, sem usar água nos minerodutos. Já o deputado Paulo Lamac apresentou projeto que obriga as mineradoras a trazer de volta a Minas 50% da água usada nos minerodutos.

A água usada no processo é retirada de graça dos rios, apenas com outorga (autorização) de órgãos como Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) ou Agência Nacional de Águas (ANA). 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave