Bloco ganha bênção honrosa

Ensaio do I Wanna Love You, que interpreta canções de Marley, contou com a visita dos integrantes do The Wailers

iG Minas Gerais | lucas buzatti |

“Eu já estava tremendo desde a hora que rolou a possibilidade dos caras virem”, conta o músico Zé Mauro, vocalista e guitarrista da banda Zevinipim e integrante do bloco carnavalesco I Wanna Love You. Ele se refere à visita épica dos integrantes do The Wailers – banda que acompanhou Bob Marley durante anos – ao ensaio do bloco de Belo Horizonte, que interpreta as canções do gênio do reggae.

O memorável encontro aconteceu no dia 19 de janeiro, enquanto o I Wanna Love You ensaiava no centro cultural Casinha, no Barro Preto. Um dia antes, os Wailers haviam se apresentado ao lado de Julian Marley, filho de Bob, no Festival de Verão da Lagoa dos Ingleses. Após o show, os músicos do Zevinipim e da Pequena Morte, bandas que também tocaram no festival, se depararam com possibilidade da visita.

“Eu estava conversando com o pessoal da produção quando eles falaram que os Wailers queriam fazer alguma coisa na segunda-feira, um dia depois do show. E eu falei: Uai, tem o ensaio do I Wanna Love You”, conta Zé Mauro. Para surpresa de todos, durante o ensaio apareceram Tyrone Dowie (teclado) e Glen da Costa (saxofone), da formação original, e Aston Barrett Junior (bateria), filho do lendário baixista dos Wailers, além de membros do staff da banda.

“O Tyrone veio e cantou com o bloco. De repente, você está tocando uma música e aparece a pessoa que a compôs. O que dizer? Foi muito louco”, relembra Gabriel Assad, baixista da Pequena Morte e do I Wanna Love You. A música que contou com a ‘canjinha’ de Tyrone foi “One Drop”, do disco “Survival” (1979).

“Foi uma espécie de legitimação, de uma bênção. Porque eles vieram e foram super receptivos, adoraram o movimento. Foi como se estivessem falando: ‘Continuem fazendo isso, está bonito’”, reflete Assad. A percursionista e regente do bloco, Isabela Leite, completa: “Foi uma ‘responsa’ muito grande, já que, até então, estávamos fazendo esse trabalho de todo o coração, mas não tínhamos o aval deles. Como a gente sabia que ia ter esse aval também, né?”, brinca.

Reggae ‘carnavalizado’. O I Wanna Love You surgiu em 2013, com a proposta de diversificar os sons do Carnaval de rua de BH. “O bloco veio na mesma onda de outros, como o Chama o Síndico, que a gente faz também. Tem muito bloco tocando marchinha, axé, e queríamos tocar coisas que a gente escuta no dia a dia”, explica Matheus Rocha, vocalista e um dos idealizadores do bloco.

Isabela Leite explica que a ideia é fundir o som do reggae – de Bob Marley e de outras bandas – com ritmos da cultura popular, como o frevo, o maracatu, o coco e o ijexá. “A gente escuta a música original e vê o que dá para ‘carnavalizar’”, diz. Em 2015, o bloco tocará na Quarta-feira de Cinzas, mas horário e local ainda não foram definidos.

Leia tudo sobre: Bob Marleybloco de carnavalcarnavalCarnaval 2015