Caderneta de poupança tem maior fuga de recursos já registrada pelo BC

O número é a diferença entre depósitos no valor de R$ 147,5 bilhões e retiradas de R$ 153,0 bilhões. Esses dois números são recordes para este mês do ano

iG Minas Gerais | Folhapress |

A caderneta de poupança teve em janeiro a maior perda de aplicações já registrada pelo Banco Central. Os saques superaram os depósitos em R$ 5,5 bilhões, maior saldo negativo da série histórica oficial, que começa em janeiro de 1995.

O número é a diferença entre depósitos no valor de R$ 147,5 bilhões e retiradas de R$ 153,0 bilhões. Esses dois números são recordes para este mês do ano.

O recorde anterior era um saldo negativo de R$ 3,8 bilhões em fevereiro de 2006.

Janeiro é um mês que não tem uma tendência definida em relação à captação da poupança. Até 2006, prevaleceram resultados negativos neste período. Naquela época, no entanto, essa aplicação apresentava frequentemente saída de recursos, em qualquer mês do ano.

A partir de 2007, os saldos positivos é que se tornaram comuns em praticamente todos os meses. Desde então, foram três resultado negativos e seis positivos para o primeiro mês do ano.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave