Ferrari foi a mais rápida e Mercedes teve o carro mais forte

A McLaren foi a equipe que mais apresentou problemas, já que ainda está se adaptando aos motores Honda

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Raikkonen foi o mais rápido nos testes em Jerez de la Frontera
Facebook Ferrari
Raikkonen foi o mais rápido nos testes em Jerez de la Frontera

A FIA divulgou o balanço dos testes da pré-temporada da Fórmula 1, em Jerez de la Frontera, na Espanha, e que se encerrou nessa quarta-feira. A Ferrari foi a equipe mais rápida, ao cravar os menores tempos com os pilotos Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel, 1m 20.841s e 1m 20.984s , respectivamente. Em segundo ficou a Sauber, que mostrou velocidade com o brasileiro Felipe Nasr, com o tempo de 1m 21.545s.

No quesito força e resistência, a campeã foi a Mercedes, equipe que mais deu voltas sem apresentar nenhum problema no carro, nos quatro dias de testes em Jerez . A escuderia alemã fez 516 voltas, um total de  2,284km percorridos, seguida pela Sauber, com 382 voltas e 1,691km e a Toro Rosso, que cravou a marca de 353 voltas e 1,563km.

A Mercedes também foi a equipe que apresentou o melhor motor, seguido pela Ferrari, Renault e por último a Honda.

Das equipes que participaram dos treinos, a McLaren foi a que teve mais problemas,  já que ainda está se adaptando aos motores Honda. O time de Ron Dennis conseguiu dar apenas 79 voltas  e completar 349 km, nos quatro dias em Jerez. Já a Force India foi a única escuderia que não participou da pré-temporada no circuito espanhol.

Na próxima semana, os times da F-1 voltarão às suas sedes para ajustar os monopostos antes da segunda fase da pré-temporada, que acontecerá a partir do dia 19 de fevereiro, em Barcelona.

Leia tudo sobre: formula 1ferrarimercedeskimi raikkonensebastian vettel