Mulher é morta pelo marido e filho acha corpo da mãe debaixo da cama

Jovem recebeu um telefone informando que havia acontecido alguma coisa com sua mãe, mas pensou que fosse trote; suspeito ligou para uma delegacia, confessou o crime e disse que vai se entregar

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Uma mulher de 49 anos foi assassinada pelo marido e encontrada debaixo da cama pelo próprio filho em uma casa de Ibirité, na região metropolitana de Belo Horizonte. O crime foi descoberto na noite dessa quarta-feira (4), mas o crime aconteceu no último sábado (31).

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, um jovem de 26 anos contou que, na manhã dessa quarta, estava trabalhando quando recebeu o telefonema dizendo que havia acontecido alguma coisa com a sua mãe. Como a pessoa não se identificou e não deu mais detalhes, o homem pensou que fosse um trote.

No entanto, ele tentou falar várias vezes com Francisca Gomes de Souza pelo celular e não conseguiu. Já durante a noite, ele foi até o imóvel da vítima, localizado na rua Minas Gerais, do bairro Primavera, e encontrou o portão trancado. Como ninguém atendeu, o jovem pulou o muro e se deparou com marcas de sangue na cozinha da casa. Ele seguiu as manchas e localizou a mãe debaixo da cama em um dos quartos.

O filho ainda acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas Francisca já estava sem vida. A perícia esteve no local e constatou que o crime começou na cozinha e seguiu para o quarto. A vítima foi asfixiada e, em seguida, agredida com um objeto contundente, não especificado, na região frontal da cabeça. Ela sofreu traumatismo craniano. Como o corpo estava em avançado estado de decomposição, não foi possível descobrir se a mulher tentou se defender.

Suspeito confessou crime por telefone

Durante o registro da ocorrência, militares do 48º Batalhão forma informados que o marido de Francisca entrou em contato por telefone com uma delegacia e confessou o crime. Foi ele quem afirmou que o crime aconteceu no sábado, depois de uma briga entre o casal por motivo não divulgado.

O criminoso informou que vai se apresentar com seu advogado, mas não deu uma data. O filho da dona de casa contou à polícia que o padrasto não aceitava os filhos da mulher na casa deles.

Ainda conforme o jovem, a mãe era constantemente agredida pelo marido. A ocorrência foi encerrada na 9ª Delegacia de Ibirité.  

Leia tudo sobre: MARIDOFILHOMÃEPASSIONALCAMABRIGAIBIRITÉ