‘Sous vide’ está mais acessível para os cozinheiros caseiros

Técnica permite cozimento perfeito dos alimentos, que são colocados em sacos plásticos

iG Minas Gerais | Farhad Manjoo |

Uniforme. Técnica do sous vide permite um cozimento uniforme dos alimentos
Divulgacao / Tiny Urban Kitchen
Uniforme. Técnica do sous vide permite um cozimento uniforme dos alimentos

Nova York, EUA. Nos últimos tempos, fabricantes de equipamentos têm criado uma grande quantidade de aparelhos chiques e de alta tecnologia para nossas cozinhas, muitos deles bem inúteis. Quem precisa de uma geladeira com um tablet embutido ou um forno que pode ser desligado de longe? O meu palpite é que você não teria nenhum problema ao deixar de lado a maioria desses adereços.

Mas aí existe o computador que você usa para “sous vide”, uma técnica culinária amada pelos chefes de restaurantes – e uma forma verdadeiramente inovadora de fazer boa comida. Nesse método, você começa embalando alimentos, geralmente carne, em um saco plástico. Em seguida, coloca o saco em uma panela com água, cuja temperatura é precisamente controlada por um termostato computadorizado. E, então, você espera.

Depois de uma hora, duas horas ou em alguns casos 72 horas, você terá uma carne com textura perfeita – um bife com um rosado uniforme de uma borda a outra ou um frango tão macio que não se parecerá com nenhum outro que você já experimentou. Se você se pergunta como restaurantes chiques conseguem fazer todos os bifes perfeitos, é bem provável que eles cozinhem com sous vide.

Mais acessível. Até recentemente sous vide era bastante inacessível a cozinheiros caseiros. Para manter a água a uma temperatura exata, os restaurantes muitas vezes usam circuladores de imersão científicos que custam mais de US$ 1.000 cada. Mas, assim como os preços diminuem para os equipamentos a cada ano, o custo da tecnologia do sous vide começou a mudar.

Em 2009, a primeira máquina de sous vide caseira, o Sous Vide Supreme, foi posta à venda por US$ 449. E, no ano passado, um número de máquinas desse tipo com preços mais razoáveis atingiu o mercado, algumas por menos de US$ 200. Os fabricantes afirmam que os preços podem cair ainda mais, o que significa que a técnica está virando moda. É uma excelente notícia.

Verdade. Como o sous vide começou como uma técnica cara de restaurante, foi envolto em uma mística que tem obscurecido a maior verdade: a melhor coisa sobre o sous vide não é que ele permite que você cozinhe comida com qualidade de restaurante em casa. O melhor de tudo é que, em muitos casos, é a técnica culinária mais fácil que você pode encontrar.

A ascensão do sous vide – juntamente com alguns dos mais recentes programáveis, panelas de pressão elétricas controladas com precisão ou balanças de cozinha com um aplicativo conectado que guia você na hora de preparar a receita – sugere que a tecnologia pode realmente transformar a maneira como as pessoas cozinham. O sous vide não exige conhecimentos especiais e tem uma curva mínima de aprendizado, além de facilmente perdoar os erros.

Facilidade. Com ele, há pouco risco de cozinhar demais. Como você está cozinhando a uma temperatura relativamente baixa, pode manter o bife em um banho de água uma ou duas horas a mais do que se pretende, e ele ainda vai estar fantástico. Isso torna o sous vide uma técnica especialmente útil para cozinheiros atarefados – pessoas que trabalham longas horas e cujos horários são imprevisíveis.

“O sous vide é uma daquelas coisas que podem perfeitamente ajudar as pessoas que gostam de cozinhar”, diz a escritora Michelle Tam, que alimenta o blog Nom Nom Paleo e foi uma das primeiras a aderirem ao sous vide. “É um investimento inicial, mas você pode economizar muito em termos de tempo, dinheiro e sanidade”, brinca.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave