Balanço pode ser facilitado

Para a Fitch, encontrar um candidato disposto e qualificado para assinar os demonstrativos da Petrobras “será desafiador”

iG Minas Gerais |

São Paulo. A escolha de um novo representante legal após o anúncio de mudanças na diretoria da Petrobras pode ajudar a empresa a superar obstáculos na divulgação de seus demonstrativos financeiros, de acordo com avaliação da Fitch Ratings.  

“A mudança tem o potencial de auxiliar a companhia no processo de recuperação de credibilidade em relação às suas práticas contábeis”, informa a agência de risco.

Segundo a Fitch, a nomeação de um gestor (ou gestores) sem vínculo anterior com a companhia e com o governo brasileiro – e alheios ao escândalo de corrupção – pode auxiliar a emissão de demonstrativos financeiros não auditados.

Para a agência, um dos impedimentos diz respeito à necessidade de os auditores da Petrobras retomarem a confiança na atual administração e nos controles internos da companhia.

Na avaliação da Fitch, a capacidade de a Petrobras estimar e registrar ajustes em seus ativos fixos, bem como de certificar demonstrativos financeiros auditados dentro do prazo estabelecido, foi prejudicada pelas denúncias de corrupção e pela dimensão da potencial baixa de ativos.

“Um atraso na divulgação dos demonstrativos financeiros de fim de ano pode abrir caminho para os credores acelerarem o pagamento da dívida. A falta de clareza prolonga as incertezas sobre a capacidade de a empresa realizar os ajustes necessário”, avalia a agência de risco.

Para a Fitch, encontrar um candidato disposto e qualificado para assinar os demonstrativos da Petrobras “será desafiador”. “A seleção de novos nomes precisará ser externa, sem que haja vínculos anteriores com a companhia”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave