Sada e Minas usarão clássico de sábado para fazer ajustes

Enquanto o time celeste pode fazer um rodízio de jogadores, minastenistas tentam dar fim às oscilações, visando aos play-offs

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA E DANIEL OTTONI |

No próximo sábado, a partir das 17h, o ginásio do Riacho será palco da rivalidade dos maiores clubes de Minas Gerais. De um lado, o Sada Cruzeiro, considerado o melhor time do país e principal candidato ao título desta Superliga. Do outro, o Minas Tênis Clube, cuja a tradição fala por si só e que sempre aparece como um forte postulante a obter o troféu de campeão. Logicamente, ninguém quer perder, mas pode-se dizer que o embate vale também como um 'treino' para ambas as equipes.

Sada e Minas terão três duelos até o fim da primeira fase. E as duas agremiações esperam usar tais compromissos, incluindo o dérbi de sábado, para fazer alguns ajustes. Enquanto o time celeste dá pinta de que utilizará um rodízio de jogadores, com o intuito de dar mais ritmo a cada atleta do elenco, a equipe minastenista tem como missão dar fim às oscilações que tanto a atrapalharam no torneio.

Com 53 pontos, em 19 jogos – foram 18 vitórias e uma derrota –, o Cruzeiro não pode ser ultrapassado por nenhum clube na classificação. Com isso, o próximo objetivo é dar oportunidade a vários atletas, para que todos os integrantes do plantel entrem nos play-offs em ponto de bala.

“Não vou poupar ninguém, mas vou realizar um rodízio de jogadores, até pensando em dar ritmo aos reservas que não estão sendo utilizados com frequência. E isso vai acontecer tanto na Superliga, contra Minas, Brasil Kirin e Sesi, que são os últimos jogos da primeira fase, como também no primeiros jogos do Sul-Americano, contra equipes menos complicados”, relatou Mendez.

Por sua vez, o treinador minastenista Nery Tambeiro quer uma regularidade de sua equipe, também visando aos play-offs.

“Nosso time está crescendo. Tivemos parado o João Rafael (ponteiro), que operou o menisco, por 30 dias. Aconteceu a mesma coisa com o nosso meio-de-rede Flávio, que teve uma inflamação. Agora que estão começando a estar aptos para jogar uma partida toda. Então, nossa equipe vai chegar no melhor do que pretende nos play-offs. No início de março iremos estar bem”, disse Nery.