Cruzeiro despista sobre interesse do futebol chinês em Júlio Baptista

Uma possível transferência do atleta poderia aliviar a folha salarial do clube, já que os vencimentos do jogador chegam a R$ 1 milhão mensais

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Júlio Baptista marcou o único gol do coletivo nesta quarta-feira, na Toca I
Washington Alves / Light Press / Cruzeiro
Júlio Baptista marcou o único gol do coletivo nesta quarta-feira, na Toca I

O meia Júlio Baptista pode estar de saída do Cruzeiro. Com contrato até o meio do ano, o jogador, de 33 anos, estaria na mira do futebol chinês. Uma possível transferência do atleta poderia aliviar a folha salarial do clube, já que os vencimentos do jogador chegam a R$ 1 milhão mensais. O Cruzeiro, no entanto, faz mistério quanto ao futuro do atleta, que esteve longe de ser unanimidade com a camisa celeste.

"Não houve nenhuma proposta. Houve uma especulação, como houve com referência ao Dagoberto", afirmou o supervisor de futebol do Cruzeiro, Benecy Queiroz, em entrevista na Toca da Raposa II.

Nesta janela de transferências, dois jogadores da Raposa se transferiram para o futebol chinês: Ricardo Goulart e Anselmo Ramon.

Com status de estrela, Júlio Baptista chegou ao Cruzeiro em 2013. Apresentado à torcida em um carro-forte, logo recebeu a camisa 10 das mãos do então diretor de futebol Alexandre Mattos. Mas, apesar de toda a pompa, nunca conseguiu se estabelecer como titular da equipe, alternando boas e más atuações.

Na semana passada, o jogador ficou fora de grande parte dos treinamentos e não viajou com a delegação para o duelo com o Democrata, em Governador Valadares, válido pela rodada de abertura do Campeonato Mineiro. 

Leia tudo sobre: julio baptistacruzeirodiretoriafutebol chinesnegociaçao