Vetos ainda trancam a pauta

Ontem os petistas criticaram, várias vezes, o presidente Wellington Magalhães pela proposta de tirar o direito de nanicos usarem o microfone do plenário, o que atrasaria as sessões

iG Minas Gerais | Guilherme Reis |

A segunda sessão ordinária do ano na Câmara Municipal de Belo Horizonte foi marcada pela obstrução e pela reclamação da oposição devido a possíveis mudanças no regimento interno da Casa.  

A pauta do Legislativo continua emperrada por seis vetos do prefeito Marcio Lacerda (PSB). Já existe por parte da base de governo a intenção de limpar a ordem do dia, mas o trabalho de emperramento dos opositores promete atrapalhar as próximas reuniões.

Ontem os petistas criticaram, várias vezes, o presidente Wellington Magalhães pela proposta de tirar o direito de nanicos usarem o microfone do plenário, o que atrasaria as sessões. O líder de governo, Preto (DEM), rebateu as críticas dos oposicionistas e disse que a alteração no regimento é a melhor opção. “Não é justo um vereador parar a sessão com o microfone”. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave