Sindicato aponta déficit de 40% de profissionais

TJMG informou ter notificado nesta terça o Estado para contratação de pessoal no sistema socioeducativo

iG Minas Gerais | Rafaela Mansur |

Falta de pessoal prejudica atenção a adolescentes apreendidos
Alex de Jesus - 1.4.2008
Falta de pessoal prejudica atenção a adolescentes apreendidos

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) informou ter notificado nesta terça a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) da liminar que ordena a contratação de profissionais para o sistema socioeducativo, que vive um déficit de pessoal. Via assessoria de imprensa, a secretaria afirmou que não recebeu a notificação.

A falta de profissionais nos centros socioeducativos do Estado foi mostrada na edição de O TEMPO da última segunda-feira. Essa situação foi motivo da ação movida pelo Ministério Público de Minas Gerais. E, de acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Sistema Socioeducativo do Estado de Minas Gerais (Sindsisemg), Keifferson Pedrosa, “o déficit de profissionais é de, no mínimo, 40%”. Pedrosa afirma que 2.314 agentes atuam em 34 unidades, que abrigam mais de 3.000 adolescentes internos. “O déficit das equipes técnicas e de analistas também é gritante”, diz. Na avaliação do presidente do sindicato, seria necessário agilizar o concurso de 2014, em andamento, para mais de 850 vagas, além de criar um quadro reserva de, no mínimo, o dobro dessas vagas. A Seds não divulgou qual é o quadro de pessoal do sistema, dado solicitado pela reportagem no dia 29 de janeiro. Segundo a assessoria de imprensa da pasta, a informação está “em levantamento”. Quanto ao déficit de pessoal apontado pelo Sindsisemg, a reportagem questionou à Seds nesta terça, às 18h18, e a assessoria de imprensa informou não ter tempo suficiente para responder a demanda. A liminar da Justiça foi expedida em 23 de janeiro e determina a nomeação de funcionários – dentre psicólogos, assistentes sociais, agentes socioeducativos e pessoal administrativo – para atuar em oito dos nove centros socioeducativos de Belo Horizonte. O prazo para cumprimento é de 60 dias, a partir da notificação.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave