Litígio familiar por herança

Viúva e filhos de casamentos anteriores de Robin Williams disputam bens na justiça

iG Minas Gerais |

Esposa. Robin Williams posa com sua terceira esposa, Susan Schneider, em 2013
Joseph Gotfried / Broadimage
Esposa. Robin Williams posa com sua terceira esposa, Susan Schneider, em 2013

A viúva e os filhos de Robin Williams, morto em agosto de 2014, estão travando uma batalha judicial pelos bens deixados pelo artista em seu testamento. Em um processo apresentado em dezembro na Corte de São Francisco, Susan Schneider, que se casou com Williams em 2011, e os filhos dos dois primeiros casamentos do ator disputam o direito a vários objetos pessoais deixados por ele. As informações foram publicadas pelo “The New York Times”.

Nos documentos, Susan acusou Zachary, Zelda e Cody de tomarem posse indevidamente de partes da herança. Ela também exigiu que a casa em Tiburon onde vivia com o ator fosse excluída da lista de bens da herança, assim como algumas joias e recordações destinadas pelo próprio Williams aos filhos, como premiações, bonecos e gibis. Por sua vez, os filhos afirmam que Susan está “provocando insultos a uma terrível ferida ainda aberta”, tentando manipular o testamento. De acordo com os três, Susan estaria agindo contra os desejos de Williams, questionando a maneira como ele mesmo distribuiu seus bens na herança. O ator registrou que deixaria vários itens pessoais para os filhos, incluindo livros e lembranças de seus trabalhos no cinema.

O advogado de Susan alega que ela está pedindo apenas a revisão de alguns itens do testamento, como o terno usado por Williams no casamento dos dois e outros “não associados com sua persona famosa”. O artista deixou para ela um fundo que permite que ela tenha condições de se manter na casa em que moravam pelo resto de sua vida. O testamento de William está avaliado em cerca de R$ 130 milhões.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave