Em vez de cancelar folia, prefeitura decide adiar Carnaval para abril

Visconde do Rio Branco é uma das cidades mineiras que já decretaram situação de emergência por causa da seca

iG Minas Gerais | Natália Oliveira e João Paulo Costa |

A cidade de Visconde do Rio Branco, na Zona da Mata, decidiu adiar o Carnaval, que será realizado, provavelmente, no mês de abril ou até mesmo na Semana Santa, segundo a assessoria da prefeitura. A cidade foi uma das que decretaram situação de emergência por causa da seca e da crise hídrica. A decisão foi divulgada nesta terça-feira (3) no site do executivo municipal.

A reportagem de O TEMPO falou com o prefeito Iran Silva Couri, que disse que foi difícil tomar esta decisão. "Vendo de perto a falta de água na cidade, principalmente nas partes mais altas, tomei essa atitude. Não poderia ser omisso e fechar os olhos para o sofrimento da população. O evento traria mais problemas para a população, uma vez que o consumo de água seria maior", justificou.

Segundo a assessoria da Prefeitura, para janeiro, são esperados 200 milímetros de chuva e, neste ano, no mês de janeiro choveu apenas 82 milímetros. Após conversas com setores técnicos, o executivo municipal considerou que somente em abril os níveis dos reservatórios devem estar suficientes para receber a quantidade de turistas que vão para a cidade durante a folia.

A atitude foi tomada depois de uma reunião entre a administração municipal, Ministério Público e a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa). Segundo Couri, a Copasa informou que mesmo se houvesse chuvas recorrentes nos próximos dez dias, não seria suficiente para suprir a falta de alta nos reservatórios locais. "Vamos continuar trabalhando para minimizar o problema da água. Já contratamos caminhões pipa e eles levarão água aos bairros localizados nos pontos mais altos da cidade", garantiu o prefeito. De acordo com ele, a festa deve ser realizada em abril após uma conversa com os blocos, escolas de samba e associações locais. No entanto a data ainda não está confirmada.

Arquidiocese

Sobre a possibilidade de a festa acontecer próxima a Semana Santa ou até mesmo nos dias das celebrações, a Arquidiocese de Leopoldina, responsável pelos trabalhos em Visconde de Rio Branco disse por meio de sua assessoria que a decisão cabe ao executivo municipal e que não entrará no mérito da questão.  

Leia tudo sobre: secaestiagemchuvaCarnavalVisconde do Rio Branco