PM de UPP é atingido por oito tiros na Vila Cruzeiro, no Rio

Segundo a PM, o soldado descia o morro à paisana numa moto quando foi surpreendido por pelo menos quatro homens armados num carro

iG Minas Gerais | Folhapress |

O policial militar Davis Gifone, 28, da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da Vila Cruzeiro, zona norte do Rio, foi atingido por oito tiros de pistola no início da noite desta segunda-feira (2), quando saía do trabalho na favela.

Segundo a PM, o soldado descia o morro à paisana numa moto quando foi surpreendido por pelo menos quatro homens armados num carro.

PMs ouvidos pela reportagem disseram que Gifone teria sido reconhecido pelos bandidos, que logo que o avistaram efetuaram os disparos. O policial não teve tempo de reagir e foi ferido por cinco tiros no abdômen, dois nas pernas e um no braço.

Ele foi socorrido por colegas de trabalho e levado para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, onde continua internado em estado grave.

Ainda de acordo com PMs da UPP Vila Cruzeiro, após o ataque, os criminosos fugiram levando a arma do soldado. Gifone é PM há quatro anos e há dois trabalha na unidade pacificadora.

Os policiais disseram ainda que o soldado, que faz parte do quadro administrativo da UPP, havia saído mais cedo do trabalho para pegar cestas básicas, que seriam distribuídas na comunidade.

Até o meio-dia desta terça (3) não havia informações sobre o paradeiro dos criminosos. Desde o início da manhã desta terça, policiais dos Batalhões de Choque e de ações com cães fazem operação na favela.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave