Santander Brasil tem aumento de 2,56% no lucro em 2014

Santander Brasil anunciou nesta terça-feira (3) que teve lucro líquido, ou societário, de R$ 2,161 bilhões em 2014

iG Minas Gerais | Folhapress |

Lista. Depois do BMG, o banco Santander é o segundo colocado da listagem com um índice de 13,61
RODRIGO CLEMENTE / O TEMPO 15/12
Lista. Depois do BMG, o banco Santander é o segundo colocado da listagem com um índice de 13,61

O Santander Brasil anunciou nesta terça-feira (3) que teve lucro líquido, ou societário, de R$ 2,161 bilhões em 2014, alta de 2,56% em relação ao ano anterior, quando o banco lucrou R$ 2,107 bilhões.

Já a matriz espanhola do banco teve lucro líquido de 5,816 bilhões de euros, aumento de 39,3%, em linha com suas próprias estimativas, apoiado na melhora das margens, menores provisões, uma recuperação do crédito e na evolução do setor bancário na Espanha.

No braço brasileiro, o lucro societário foi de R$ 578 milhões, crescimento de 7,7% frente aos três meses imediatamente anteriores.

O lucro recorrente ou gerencial foi de R$ 5,85 bilhões em 2014, aumento de 1,85% em relação aos R$ 5,744 bilhões de 2013. No quarto trimestre, foi de R$ 1,521 bilhão, alta de 3,9% em relação ao terceiro trimestre de 2014.

No fim de dezembro, a carteira de crédito do filial do banco espanhol no país somava R$ 245,514 bilhões, crescimento de 7,9% em 12 meses. No conceito ampliado -que inclui operações com risco de crédito, como debêntures e notas promissórias-, a alta foi de 11%, para R$ 310,593 bilhões. A inadimplência medida por operações vencidas com mais de 90 dias atingiu 3,3%, contra 3,7% em 2013. No terceiro trimestre, a inadimplência também alcançava 3,7%.

As despesas do banco para provisões para perdas com inadimplência atingiram R$ 2,128 bilhões no período, queda de 13,7% na comparação sequencial.

A rentabilidade sobre o patrimônio líquido do grupo subiu de 11,6% para 12,1% na passagem do terceiro para o quarto trimestre.

O controlador espanhol passou a deter 88,3% do capital social total da filial brasileira no final de outubro, após uma oferta de permuta de ações do Santander Brasil por BDRs do Santander.

Espanha

O salto de 39,3% no lucro líquido do Santander em 2014 veio em linha com o esperado pelo banco. "A melhora do lucro é consequência do aumento da receita básica em cerca de 3%, uma queda dos custos de quase 1% e uma baixa de 14% nas provisões para insolvências com relação às realizadas em 2013", disse o banco em comunicado.

No quarto trimestre de 2014, o lucro líquido do Santander, o primeiro sob a batuta de Ana Botín, subiu 68,4%, a 1,455 bilhão de euros.