Inflação medida pelo IPC-S sobe 1,89% em BH no final de janeiro

Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) subiu na última semana de janeiro em todas as sete capitais que compõem o indicador

iG Minas Gerais | Agência Brasil |

Setor de alimentos foi o principal vilão
ANGELO PETTINATI
Setor de alimentos foi o principal vilão

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) subiu na última semana de janeiro em todas as sete capitais que compõem o indicador. Na semana de 22 a 31 de janeiro, o IPC-S teve variação média de 1,73%, resultado 0,22 ponto percentual superior à alta da semana imediatamente anterior, que foi 1,51%.

Das sete capitais, três apresentaram variações de preços superiores à média nacional de 1,51%: São Paulo, com alta de 2,23%, registrou a maior alta e ficou 0,5 ponto percentual superior à média nacional; Belo Horizonte, com 1,89%; e o Rio de Janeiro, com 1,83%.

Os dados foram divulgados nesta terça-feira (3) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas e indicam ainda que em Porto Alegre a taxa variou 1,48%; no Recife, 1,39%; em Salvador, 1,19%; e em Brasília (a menor alta do país), 1,16%.