Caminhão-pipa tem variação de até 90%

iG Minas Gerais |

Como prega a sabedoria popular, em tempos de crise, “enquanto uns choram, outros vendem lenço”. No caso da estiagem prolongada, choram os consumidores, e um dos segmentos que vendem “lenço” são as empresas de caminhão-pipa, que lucram com o aumento da procura.

O site Mercado Mineiro realizou, entre 18 e 24 de janeiro, pesquisa de preços de serviços de caminhão-pipa em quatro estabelecimentos da capital e região. Segundo o levantamento, para abastecer um reservatório de 15 mil litros, os preços variam 47,83%: de R$ 230 a R$ 340. No caso de 10 mil litros, as empresas cobram entre R$ 190 e R$ 220, diferença de 15,79%.

As maiores variações foram na água para empresas de mineração (20 mil litros), que custavam entre R$ 350 e R$ 760 (variação de 117,14%). No caso do controle de poeira em estrada de terra (1 km de extensão) pode custar entre R$ 200 e R$ 380 (90%). (Da Redação)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave