Nasa celebra aumento de verba com proposta de orçamento de Obama

Administrador da agência, Charles Bolden, disse que organização deu passos largos em jornada rumo a Marte - onde uma missão humana está planejada para 2024 - com um voo de testes quase perfeito com a nova nave espacial Orion

iG Minas Gerais | AFP |

A Nasa celebrou nesta segunda-feira a proposta do presidente Barack Obama para aumentar a verba da agência espacial americana e anunciou planos para uma missão de exploração da lua de Júpiter, Europa.

O administrador da agência, Charles Bolden, disse no centro espacial Kennedy, na Flórida, que a Nasa deu passos largos em sua jornada rumo a Marte - onde uma missão humana está planejada para 2024 - com um voo de testes quase perfeito com a nova nave espacial Orion.

Ele também mencionou o sucesso na transferência das missões de reabastecimento da Estação Espacial Internacional a parceiros comerciais, que tem os primeiros voos tripulados previstos para 2017.

Embora o projeto de orçamento de quase 4 trilhões de dólares de Obama precise vencer uma colina íngreme em um Congresso controlado pelos Republicanos, o apoio à agência espacial tende contar com a adesão dos dois partidos.

"O presidente Obama está propondo um orçamento para o ano fiscal de 2016 de 18,5 bilhões de dólares para a Nasa, elevando os significativos investimentos que o governo fez no programa espacial americano nos últimos seis anos", afirmou Bolden em transmissão online exibida em centros mostrada em centros da Nasa em todo o país.

"Isso representa um aumento de meio bilhão de dólares sobre o orçamento do ano passado, e é claramente um voto de confiança em vocês - os funcionários da Nasa - e no ambicioso programa de exploração que vocês estão executando", acrescentou.

Bolden afirmou que as áreas-chave da Nasa são continuar a preparar uma missão tripulada a Marte, assim como desenvolver sistemas avançados de propulsão solar elétrica, necessários para uma missão de redirecionamento de um asteroide.

"Nós identificados alguns asteroides que poderiam ser bons candidatos e vamos tomar uma decisão em breve sobre uma opção de captura", prosseguiu.

Bolden também falou sobre uma nova missão para Júpiter, mas deu poucos detalhes.

"Olhando para o futuro, nós estamos planejando uma missão para explorar a fascinante lua Europa de Júpiter, selecionando instrumentos nesta primavera e passando para a próxima fase do trabalho", prosseguiu.

Em 2011, a Nasa enviou uma nave espacial movida à energia solar de 1 bilhão de dólares, chamada Juno, para uma missão de cinco anos a Júpiter.

Juno, que deve chegar em julho de 2016, foi lançada pouco mais de duas semanas após a última missão espacial retornar para a Terra e do encerramento definitivo do programa de 30 anos de ônibus espaciais.

A Agência Espacial Europeia já tem uma nave espacial não tripulada nos trabalhos de exploração das luas congeladas de Júpiter, incluindo Europa.

A sonda de exploração das luas congeladas de Júpiter (JUICE, sigla em inglês) tem chegada em Júpiter prevista para 2030 para uma missão com duração de três anos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave