Advogado chama sócio de mentiroso

iG Minas Gerais |

CURITIBA. O advogado do doleiro Alberto Youssef, Antônio Figueiredo Basto, negou nesta segunda-feira que seu cliente tenha omitido o tamanho real de seu patrimônio à Justiça. A acusação foi feita em entrevista, no domingo, à “Folha de S. Paulo” pelo empresário Leonardo Meirelles, que foi sócio de Youssef.

Segundo ele, o doleiro tinha patrimônio de R$ 150 a R$ 200 milhões, e não de R$ 50 milhões, como ele afirma. Caso seja verdadeira, a acusação pode anular o acordo de delação premiada que Youssef fez com a Justiça, e pelo qual denunciou políticos e empreiteiros envolvidos com corrupção na Petrobras. “É mentira, mentira”, declarou Basto. (Meirelles) não indicou patrimônio, não indicou nada. É um mentiroso”.

Para o advogado, é preciso ver se há alguma acusação formal no inquérito, para que então haja a apuração e a acareação da informação. “Não é uma acusação formal, é feita pela imprensa. E tem que provar. Quem fala, prova”, afirmou o advogado.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave