São Paulo teve 2,6 bilhões de litros de água furtados, diz Sabesp

Volume corresponde a dois dias de produção do sistema Cantareira atualmente e seria suficiente para abastecer 260 mil pessoas por um mês inteiro

iG Minas Gerais | Folhapress |

São Paulo teve 2,6 bilhões de litros de água furtados em 2014, diz Sabesp
São Paulo teve 2,6 bilhões de litros de água furtados em 2014, diz Sabesp

A Sabesp informou nesta segunda-feira (2) que 2,6 bilhões de litros de água potável foram perdidos com desvios por fraude durante o ano de 2014. O volume corresponde a dois dias de produção do sistema Cantareira atualmente e seria suficiente para abastecer 260 mil pessoas por um mês inteiro.

O volume corresponde aos 15,6 mil casos de fraude flagrados pela Sabesp no ano passado na Grande São Paulo e na região Bragantina. Após a identificação, a empresa afirma ter cobrado R$ 17,4 milhões dos clientes envolvidos na fraude, o que corresponde ao valor da água utilizada de forma irregular.

Segundo a Sabesp, o número de fraudes identificadas em 2014 foi 13% maior do que o total do ano anterior, quando os desvios chegaram a R$ 14,7 milhões, valor também cobrado aos clientes flagrados. As pessoas envolvidas foram indiciados por furto, que prevê pena de um a quatro anos de reclusão.

Na semana passada, a polícia de São Paulo encontrou um esquema de furto de água na rede da Sabesp em uma gráfica que pertence a Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus. O sistema encontrado funcionava com uma espécie de "ponte safena" da tubulação. Com uma adaptação, a água era coletada sem que passasse pelo hidrômetro.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave