Daniel Nepomuceno: novo estádio de R$ 500 mi será planejado com calma

Presidente do Atlético esteve na redação do jornal O Tempo e concedeu entrevista aos jornalistas do periódico

iG Minas Gerais | CÂNDIDO HENRIQUE SILVA, FELIPE RIBEIRO, THIAGO NOGUEIRA E FERNANDO ALMEIDA |

Esportes - Do dia - Contagem MG
Visita a redacao do presidente do time de futebol Clube Atletico Mineiro Galo Daniel Nepomuceno

FOTO: MARIELA GUIMARAES / O TEMPO 2.2.15
MARIELA GUIMARAES / O TEMPO
Esportes - Do dia - Contagem MG Visita a redacao do presidente do time de futebol Clube Atletico Mineiro Galo Daniel Nepomuceno FOTO: MARIELA GUIMARAES / O TEMPO 2.2.15

No fim da manhã desta segunda-feira (2), o presidente do Atlético, Daniel Nepomuceno, esteve na redação do jornal O Tempo e concedeu entrevista exclusiva aos jornalistas do periódico. O primeiro assunto abordado pelo mandatário atleticano foi o novo estádio do Galo, que está sendo planejado no bairro Califórnia.

Confira o que disse Nepomuceno sobre o novo estádio do Galo:

O estádio do Atlético vai sair?

Nós nunca escondemos que iríamos trabalhar o estádio. Desde que o planejamento de aprovação dele na prefeitura, começaram as especulações, eu deixei claro que um projeto deste demora dois anos e que a gente iria trabalhar a aprovação, independente, se for sair ou não. Isto já está acontecendo, a gente já tem um terreno, que será doado mas, somente isso. Essa semana foram especulados valores, que são mentira. Quem me dera poder chegar para a torcida e dizer que conseguimos investidores para construir. Estamos falando em algo em torno de R$ 500 milhões. Não podemos brincar com isso. É um sonho mas, por enquanto, estamos trabalhando somente o sonho. Se conseguirmos investidores, que saibam da potência da torcida do Atlético, que saibam o que isso significa para a cidade, que sabem que o local escolhido foi o mais apropriado, com relação à mobilidade e à recuperação da área em volta (...). Mas não podemos brincar sem colocar os investidores para apoiar.

Hoje, o estádio está em que pé?

Tem um projeto sendo aprovado, e um trabalho do tipo de sociedade que vamos fazer. Mas ainda está muito longe da realidade. Eu não tenho dúvida de quem for parceiro vai se dar muito bem. Mas esse é um planejamento de quatro, cinco anos. Não vou começar nem um tijolo se não tivermos certeza que o estádio vai trazer prejuízo e, sim, lucro.

Quais os benefícios para o clube ao ter um estádio?

Não tenho dúvida que a torcida do Atlético é a que mais necessite de um estádio por isso. Ela é tão apaixonada, que consome muito o clube. Estamos falando de shows, de um calendário do futebol brasileiro. É um planejamento que eu consigo ter a receita total do ano, o lugar que vai ser a sede do clube, o acesso dos sócios dentro do estádio. Claro que cabe um novo estádio em Minas Gerais. Não é do Estado ou da prefeitura. É do Atlético.

Leia tudo sobre: entrevistaexclusivoatleticogalonepomucenoestadio500 milhoes