Procuradoria quer julgar Barcelona e ex-presidente Rosell por Neymar

Barça e dirigente seriam suspeitos de ter declarado um preço inferior ao que foi realmente pago por destaque brasileiro

iG Minas Gerais | AFP |

Barça já conquistou uma Liga dos Campeões da Europa, um Campeonato Espanhol e uma Copa do Rei na gestão de Rosell
REPRODUÇÃO/BARCELONA
Barça já conquistou uma Liga dos Campeões da Europa, um Campeonato Espanhol e uma Copa do Rei na gestão de Rosell

A procuradoria pediu ao juiz Pablo Ruz que envie a julgamento o Barcelona como pessoa jurídica e seu ex-presidente Sandro Rosell por dois crimes fiscais e um societário supostamente cometidos na contratação do brasileiro Neymar.

O procurador da Audiência Nacional, principal instância penal espanhola, José Perals Calleja, considera Rosell responsável pelos três crimes, enquanto acusa o Barça de dois contra a Fazenda Pública por supostamente ter declarado um preço inferior ao que foi realmente pago na contratação, segundo um documento divulgado nesta segunda-feira.

Leia tudo sobre: neymarbarcelonacontratoreceita federalespanhafiscalizçãoroselljustiçapromotoria