Brasil leva 2 gols no fim e perde para Argentina no Sul-Americano

Em jogo que teve até falta de luz, hermanos arrancaram vitória nos minutos finais e dispararam na liderança do hexagonal final

iG Minas Gerais | AFP |

Clássico Brasil-Argentina foi bastante truncado, com poucas chances para ambas as equipes
Rafael Ribeiro/CBF
Clássico Brasil-Argentina foi bastante truncado, com poucas chances para ambas as equipes

A seleção brasileira Sub-20 sofreu um grande baque neste domingo ao perder por 2 a 0 o clássico contra a eterna rival Argentina, pela terceira rodada do hexagonal final do Sul-Americano, disputado no Uruguai.

A derrota ainda veio com requinte de crueldade, já que os hermanos anotaram seus dois gols nos minutos finais. Maxi Rolón abriu o placar aos 41 do segundo tempo e Rodrigo Contreras selou o resultado de cabeça aos 44.

Para dar ainda mais dramaticidade ao jogo, faltou luz no estádio e os jogadores precisaram esperar mais alguns minutos antes de voltar a campo para disputar os acréscimos, praticamente na escuridão.

Com o resultado, o Brasil ficou na quarta posição, com os mesmos quatro pontos do anfitrião Uruguai, que tem um jogo a menos, enquanto a Argentina se isolou na liderança, com sete.

Mais cedo, a Colômbia derrotou o Peru por 3 a 1 e ficou na vice-liderança, com cinco pontos.

O jogo. O clássico Brasil-Argentina foi bastante truncado, com poucas chances para ambas as equipes, mas os hermanos acordaram aos 29 da etapa final, quando Giovanni Simeone, filho de Diego, técnico do Atlético de Madrid, acertou o travessão, desperdiçando uma oportunidade incrível.

Os gols acabaram saindo pouco depois, para o desespero dos comandados de Alexandre Gallo, que viram suas chances de classificação para o Mundial Sub-20 comprometidas.

Para piorar, a competição foi manchada por mais um caso de racismo, com torcedores chamando jogadores  brasileiros de macacos.