EUA consideram enviar armas a Kiev, segundo The New York Times

Presidente Barack Obama ainda não decidiu o envio de uma ajuda letal, mas seu governo está discutindo o tema em função da intensificação dos combates na região

iG Minas Gerais | AFP |

Câmara dos EUA aprova projeto contra ações de Obama sobre imigrantes
AFP
Câmara dos EUA aprova projeto contra ações de Obama sobre imigrantes

O comando militar da Otan e funcionários de alto escalão do governo dos Estados Unidos cogitam apoiar o envio de armas defensivas às forças ucranianas que combatem as milícias pró-russas no leste do país, afirmou no domingo o The New York Times.

O presidente Barack Obama ainda não decidiu o envio de uma ajuda letal, mas seu governo está discutindo o tema em função da intensificação dos combates entre Kiev e os separatistas apoiados pela Rússia, afirma o jornal.

O comandante da Otan, o general americano Philip Breedlov, é favorável à entrega de armas defensivas às forças ucranianas, e o secretário de Estado, John Kerry, está aberto à discussão, indica o Times.

Os Estados Unidos acusam a Rússia de estar por trás da ofensiva dos separatistas ucranianos, mas até agora se negaram a entregar armas às autoridades de Kiev.

A Casa Branca limita a assistência militar americana à ajuda não letal, que inclui coletes à prova de balas, equipamentos médicos e radares para detectar disparos de morteiros.