'Queria ter andado mais', diz Alonso após seis voltas com McLaren

Em seu primeiro dia como piloto da equipe britânica, espanhol faz último tempo dentre os sete pilotos que testaram neste domingo (1º), mas diz que já esperava

iG Minas Gerais | Folhapress |

Fernando Alonso deixou seu primeiro dia como piloto da McLaren-Honda com uma pequena frustração: completou apenas seis voltas e ficou com o último tempo dentre os sete pilotos que testaram neste domingo (1º) em Jerez de la Frontera - o ferrarista Sebastian Vettel foi o mais rápido do dia.

Nem por isso, porém, o espanhol ficou decepcionado. "A gente já imaginava que ia ter um começo lento pelo que vimos acontecer com todas as equipes no ano passado. A tecnologia dos carros da F-1 hoje em dia é muito complexa e precisamos de muito tempo para resolver cada pequeno problema", afirmou Alonso.

"Claro que queria ter completado mais voltas, mas acho que podemos considerar um bom primeiro dia. No ano passado vimos a Red Bull fazer só dez voltas durante toda a pré-temporada, por isso fazer seis no primeiro dia é um bom sinal. O clima na equipe é ótimo e todos estão empolgados. Foi um privilégio e uma honra levar este carro à pista hoje por conta da volta da parceria da Honda com a McLaren, 23 anos depois. Estou realmente muito feliz", disse o espanhol que foi muito assediado durante todo o dia pelos fãs que lotaram as arquibancadas do circuito de Jerez para assistir o primeiro dia de carros da F-1 na pista em 2015.

"Sei que este início vai ser difícil, mas minha paciência já foi muito testada nos últimos cinco anos e acho que estou preparado. Estou feliz de estar de volta à McLaren, que hoje é um time muito mais internacional e aberto do que era na minha primeira passagem, há oito anos. Hoje estou muito mais relaxado e sou uma pessoa diferente", completou Alonso, que volta a andar agora na terça-feira, já que Jenson Button assume o cockpit do MP4-30 nesta segunda-feira.

Leia tudo sobre: Fernando AlonsoestreiaMcLaren