Jordânia promete fazer tudo para salvar piloto refém do EI

Governo condenou energicamente a execução de um segundo japonês por este grupo

iG Minas Gerais | AFP |

O governo da Jordânia prometeu fazer "todo o possível" para salvar o piloto jordaniano refém dos jihadistas do Estado Islâmico (EI), ao mesmo tempo que condenou energicamente a execução de um segundo japonês por este grupo.

"O reino fará todo o possível para salvar e libertar seu piloto, Maaz al-Kasasbeh", capturado em dezembro pelo EI, que ameaça executar o refém se Amã não libertar uma jihadista iraquiana, afirmou o porta-voz do governo, Mohamad al-Momeni, citado pela agência Petra.

Leia tudo sobre: JordâniapilotorefémEstado Islâmico