Alviverde começa briga pelo título

Técnico Givanildo Oliveira teve que remontar a equipe americana em relação a 2014

iG Minas Gerais | Antônio Anderson |

Duas metas. 

Anderson Conceição quer ajudar na marcação, mas também deseja fazer gol para a família
RICARDO MALLACO / O TEMPO
Duas metas. Anderson Conceição quer ajudar na marcação, mas também deseja fazer gol para a família

Com uma equipe bastante reformulada em relação àquela que disputou a Série B no ano passado, o América inicia neste domingo, contra o Guarani, às 17h, no estádio Farião, em Divinópolis, sua caminhada para tentar reconquistar o Campeonato Mineiro depois de 14 anos. Na luta pelo título, o clube promoveu 11 atletas da categoria de base e contratou oito reforços.

O técnico Givanildo Oliveira, apontado por uma pesquisa da revista “Placar” como o treinador com o maior número de títulos estaduais – 15 ao todo –, vai em busca do seu primeiro Estadual em Minas Gerais. Para isso, ele conta com a experiência de atletas como o volante Leandro Guerreiro, que neste domingo vai completar 50 jogos com a camisa do América, e o meia Mancini.

Sem o atacante Obina, artilheiro do clube na temporada passada, a responsabilidade de balançar as redes adversárias deverá ficar a cargo de Rodrigo Silva, que disputou a Série B de 2014 pelo ABC-RN. Dos atletas formados na base, destaque para os laterais Patrick e Bryan, que no ano passado ajudou a Ponte Preta a conquistar o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro.

Defesa. A reformulação no elenco do América também é percebida na defesa, que no ano passado era formada por Vitor Hugo e Adalberto. Contra o Guarani, o setor deverá ser escalado pelos recém-contratados Wesley Ladeira e Anderson Conceição, que no ano de 2014 foi campeão da Série B do Nacional pelo Joinville.

“O entrosamento com os companheiros está sendo bom, e estou confiante de que vamos fazer um bom jogo já na estreia e conseguir o resultado positivo”, destacou Anderson Conceição, que, assim como os zagueiros anteriores, Vitor Hugo e Adalberto, também gosta de fazer os seus gols.

“Minha primeira função no time é a de defender. Mas tem dois anos que não faço gol, e estou sendo cobrado por isso em casa”, destacou Anderson Conceição.

Sem Willians, que no ano passado era o responsável pela armação das jogadas ofensivas, o meia-atacante Felipe Amorim terá a responsabilidade de deixar os atacantes americanos em boas condições de balançar as redes adversárias.

“Estou preparado para assumir essa função e espero poder ajudar. Felizmente, essa pré-temporada foi importante para melhorar o entrosamento, e acredito que podemos fazer uma boa estreia e conquistar os três pontos”, disse o jogador.

Tamanduá tem por meta fazer o dever de casa Contando no elenco com a experiência do volante Leandro Ferreira e do atacante Fábio Júnior, o Guarani de Divinópolis começa o Campeonato Mineiro com a expectativa de chegar ao menos à fase semifinal da competição. O técnico do Tamanduá, Gian Rodrigues, aponta um campeonato à parte de sua equipe com os times do interior por uma vaga entre os quatro primeiros colocados do torneio estadual. “O Campeonato Mineiro é muito rápido, e não dá espaço para recuperação. Precisamos ter em mente a conquista de todos os nossos pontos dentro de casa e, fora, não deixar de somar”, destacou o treinador do Tamanduá. Contra o América, a expectativa fica por conta do reencontro de Fábio Júnior e Leandro Ferreira, que já defenderam o alviverde.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave