NR 31 faz até produtor ficar sem fazenda

iG Minas Gerais | Helenice Laguardia |

Outra questão que está complicando, e muito, a produção agropecuária no Estado é a questão trabalhista, principalmente quando a questão envolve norma reguladora do Ministério do Trabalho, a NR 31. “Só essa norma tem 238 itens para o produtor rural seguir”, critica o presidente da Faemg, Roberto Simões. Ele explica que o produtor fica sujeito a fiscalização e multas. “São coisas fora de propósito e que precisariam de uma reforma”.

Além disso, o dirigente reclama do que chama de “emperramento burocrático”. “O Ministério do Trabalho está paralisado, qualquer tipo de processo que é enviado para eles não é despachado. Tem multas que chegam a R$ 100 mil. O produtor perde até a propriedade”, informa.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave