Presidente da FMF comemora avanços da gestão e crê em grande Estadual

Castellar Neto citou a adesão da entidade ao Refis como um dos maiores feitos de sua gestão

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Esportes - Especial - Belo Horizonte MG
Entrevista com o presidente da Federacao Mineira de Futebol para o caderno especial do campeonato mineiro 2015
Na foto: Castellar Modesto Guimaraes Neto

FOTO: MARIELA GUIMARAES / O TEMPO 13.1.2015
MARIELA GUIMARAES / O TEMPO
Esportes - Especial - Belo Horizonte MG Entrevista com o presidente da Federacao Mineira de Futebol para o caderno especial do campeonato mineiro 2015 Na foto: Castellar Modesto Guimaraes Neto FOTO: MARIELA GUIMARAES / O TEMPO 13.1.2015

Eleito presidente da Federação Mineira de Futebol em maio do ano passado, Castellar Neto pegou a entidade sob intervenção da Justiça e com grande desconfiança por parte da opinião pública. Depois de sete meses, ele se prepara para a primeira edição do Campeonato Mineiro com a FMF sob sua administração e avalia que os avanços já podem ser percebidos neste período. Castellar Neto cita como seu principal feito conseguir a adesão da FMF ao Refis, que é um programa do governo federal para refinanciar débitos tributários federais. O dirigente aponta uma economia de R$ 18 milhões em dívidas que foram parceladas em 35 anos, o que possibilitou que a federação voltasse a movimentar a sua conta corrente no banco. Outro feito destacado por Castellar Neto foi a redução de despesas da FMF e a aproximação com os filiados. Destacando a força do futebol Mineiro, com o Atlético campeão da Copa do Brasil e o Cruzeiro do Campeonato Brasileiro, o presidente da Federação Mineira de Futebol disse que este será o melhor Campeonato Mineiro dos últimos anos e aproveitou para convocar as torcida a comparecer aos jogos. Castellar Neto, que também vem vencendo a desconfiança de alguns filiados por sua maior proximidade com o Atlético, entende que ainda há muita coisa a ser feita na FMF, mas enaltece o trabalho de sua administração. Para ele, o mais importante neste primeiro momento é acabar com a desconfiança sobre a entidade, que há alguns anos viveu momentos de turbulência com a antiga diretoria.

Leia tudo sobre: cruzeiroatleticoamericamineirofutebolestadualfederaçãofmfcastellar