'Garoto’ de 34 anos dá o tom da experiência ao Boa na temporada

Rodado, jogador diz que não titubeará caso seja preciso dar uma bronca em um companheiro

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Wolmer Ezequiel/Diário do Aço
undefined

Varginha. O torcedor mineiro está acostumado a ver o lateral-esquerdo Marinho Donizete nos palcos da capital e do interior do Estado. Com 34 anos de idade, o jogador vai para a disputa de mais uma edição do Mineiro parecendo um garoto em busca de um lugar ao sol, mas ao mesmo tempo levando na bagagem uma experiência e servindo de exemplo para os mais jovens. “Eu me sinto jovem no meio desses garotos de 21 ou 18 anos. Eles me respeitam. Na medida do possível, vamos conversando, vou dando conselhos para que no futuro possam crescer e passar o que já passamos nesta vida”, destacou Donizete. Aberto ao diálogo, Marinho diz que não titubeará caso seja preciso dar uma bronca em alguém. “Se for para ajudar, vou dar uns ‘cascudos’”, afirmou, em meio a risos. Ele está ciente do papel que possui dentro do elenco do Boa. No entanto, ressalta que cada atleta deve ter o mesmo comprometimento em prol de um bem maior. “A gente sabe dividir essa responsabilidade. Se cada um fizer sua parte, quem tem a ganhar somos todos nós”, sintetizou.