Começam as conversações de paz sobre a Ucrânia em Minsk

O ex-presidente ucraniano Leonid Kutchma, representante de Kiev, o emissário russo Mikhail Zurabov e o da OSCE, Heidi Tagliavini, chegaram neste sábado à capital de Belarus

iG Minas Gerais | AFP |

Kiev e os separatistas pró-Rússia iniciaram neste sábado novas conversações de paz, com a participação da Rússia e da OSCE, para alcançar um cessar-fogo no conflito que deixou mais de 5.000 mortos em nove meses.

Ante a escalada da violência no leste da Ucrânia, a Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa (OSCE) afirmou que na capital de Belarus deveria ser assinado um "documento vinculante sobre um cessar-fogo imediato e a retirada das armas pesadas da linha de frente".

O ex-presidente ucraniano Leonid Kutchma, representante de Kiev, o emissário russo Mikhail Zurabov e o da OSCE, Heidi Tagliavini, chegaram neste sábado à capital de Belarus.

Também participam os enviados das autoproclamadas repúblicas separatistas de Donetsk e Lugansk, Denis Puchilin e Vladislav Deinego, e o político ucraniano Viktor Medvedtchuk, ligado ao presidente russo Vladimir Putin.

A reunião, que estava prevista para sexta-feira, não aconteceu porque Kiev reclamava a presença dos dirigentes de Donetsk e Lugansk, Alexander Zajarchenko e Igor Plotnitski, ao invés dos emissários.

Os separatistas pró-Rússia ameaçaram na sexta-feira ampliar a ofensiva no leste do país em caso de fracasso das negociações com Kiev.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave