Cersam norte é inaugurado pelo prefeito Marcio Lacerda

Novo centro funcionará em um imóvel alugado no bairro Guarani; para realização das obras houve investimento de R$ 80 mil

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O Centro de Referência em Saúde Mental Norte (Cersam-n), localizado na rua Furquim Werneck, no bairro Guarani, na região Nordeste, foi inaugurado às 9h desta sexta-feira (30) pela prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda. A secretária adjunta municipal de saúde, Marília Janotti, também participaram da inauguração.

O novo serviço conta com seis consultórios, sala de observação, posto de enfermagem, farmácia, sala de plantão, salas comunitárias, piscinas, vestiários, banheiros adaptados, salas para descanso e reunião, e ainda quatro leitos para pacientes que necessitarem dormir na unidade. De acordo com a demanda, o número de leitos pode ser ampliado.

O Cersam-n funciona em um imóvel alugado pela prefeitura, que passou por reforma e revitalização. Para realização das obras houve investimento de R$ 80 mil.

Até a inauguração do centro, a capital contava com sete unidades do serviço, nas regionais: Barreiro, Leste, Nordeste, Noroeste, Oeste, Pampulha e Venda Nova. Atualmente está em obras o Centro de Referência em Saúde Mental- Álcool e outras Drogas (Cersam-ad Noroeste) cuja entrega está prevista para o segundo semestre de 2015.

Além disso, em 2013 foi inaugurado o Cersam-ad Barreiro e em 2014 o Cersam-ad Nordeste. A Prefeitura também investiu na assistência à saúde na atenção primária: todos os 147 Centros de Saúde da capital contam com psicólogos.

Houve ainda a criação de 4 equipes de consultórios de rua, que oferecem o tratamento de forma itinerante, levando aos dependentes químicos uma nova abordagem de tratamento. Os consultórios de rua servem como ponte entre o usuário e as políticas oferecidas pela Prefeitura de Belo Horizonte. Para 2015 há previsão de abertura de mais duas equipes de consultórios de rua.

CERSAM’s

Nos Centros de Referência em Saúde Mental (Cersam), o tratamento busca a reconstrução e/ou fortalecimento dos laços sociais e afetivos, da vida pessoal, o suporte necessário aos familiares, o convívio e a reinserção social e a estabilização do quadro clínico, oferecendo cuidados próprios a cada caso, com atendimento psicoterápico e medicamentoso, presença constante de equipe multiprofissional, além de oficinas, passeios e atividades de cultura e lazer. Cada Cersam realiza uma média de 350 atendimentos por mês.

Com informações do BH Notícias  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave