Maratonista Jeptoo leva gancho de 2 anos e está fora dos Jogos do Rio

Atual bicampeã das maratonas de Chicago e Boston, a atleta de 33 anos foi flagrada num exame realizado fora das competições, em setembro do ano passado

iG Minas Gerais | AFP |

Rita cumprirá suspensão até o dia 29 de outubro de 2016, por isso não poderá participar das Olimpíadas no Brasil
Tony Korumba/ AFP
Rita cumprirá suspensão até o dia 29 de outubro de 2016, por isso não poderá participar das Olimpíadas no Brasil

A queniana Rita Jeptoo, uma das melhores maratonistas do mundo, foi suspensa por dois anos por ter se dopado com EPO, informou nesta sexta-feira a Federação Queniana de Atletismo.

Atual bicampeã das maratonas de Chicago e Boston, a atleta de 33 anos foi flagrada num exame realizado fora das competições, em setembro do ano passado.

Ela cumprirá suspensão até o dia 29 de outubro de 2016, por isso não poderá participar dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, que acontecem em agosto do mesmo ano.

A suspensão por 2 anos é a punição mínima prevista pelo regulamento por casos registrados antes do dia 1º de janeiro de 2015. A duração foi ampliada para quatro anos a partir deste ano.

Jeptoo deveria ter recebido um prêmio de 500.000 dólares por ser considerada a melhor maratonista de 2014 pelo World Marathon Majors, circuito que reúne as maiores maratonas do mundo (Tóquio, Boston, Londres, Berlim, Chicago e Nova York), mas o pagamentos foi suspenso.

Leia tudo sobre: rita jeptooatletismojogos olimpicosrio 2016dopingsuspensa