Minas, UFJF e MOC encaram adversários diretos neste sábado

Trio mineiro vai enfrentar times que estão próximos na tabela de classificação, aumentando expectativa de equilíbrio

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Minas chega de vitória em casa sobre São José dos Campos-SP
Divulgação
Minas chega de vitória em casa sobre São José dos Campos-SP

 

O momento de cada um é distinto, mas a rodada deste sábado coloca frente a Minas Tênis Clube, UFJF e Montes Claros Vôlei oponentes que estão na briga pelos mesmos objetivos no atual momento da Superliga masculina.

Pela sétima rodada do returno, o trio encara equipes que estão na sua frente na tabela de classificação. No entanto, a diferença pode ser mínima em caso de triunfos.

O Minas, em quinto, vai até Campinas enfrentar o Vôlei Brasil Kirin-SP, que está em terceiro. O jogo acontece às 21h30 e terá transmissão do Sportv. Apenas cinco pontos separam os times e a distância pode cair para dois em caso de vitória mineira por 3 a 0 ou 3 a 1. Nos dois jogos feitos até aqui, duas vitórias paulistas, uma pela Superliga, em BH, e a outra no interior paulista, semana passada, pela Copa Brasil. "Agora é um outro momento. Estamos dando ritmo para alguns jogadores que não estavam inteiros antes, ao contrário deles, que podem poupar jogadores", sinaliza Nery Tambeiro, técnico do Minas. 

O time de BH quer aproveitar os desfalques do time campineiro, que já não conta, há várias rodadas, com os opostos Wallace e Michael, além do líbero Alan. As duas derrotas serviram de aprendizado para o time do técnico Nery Tambeiro. Os pontas João Paulo Tavares e João Paulo Bravo não estão na sua melhor forma física e podem ser poupados pelo técnico Alexandre Stanzioni. "A cada 24 horas, estamos fazendo avaliações para saber a situação. Minha maior preocupação é em que estado chegaremos nos playoffs. Se precisar, vou poupar agora para deixá-los inteiros mais pra frente. A sequência de jogos e viagens tem nos prejudicado bastante. O resultado não é tão importante neste momento, quero mais é que o time jogue bem com o que estiver em quadra. O resultado positivo será uma consequência da nossa atuação", indica Stanzioni.

Para Nery, os desfalques do time de Campinas podem ajudar, mas não garantem nada. "Eles possuem jogadores de nível de seleção, que fazem falta para qualquer equipe. Mas ninguém ganha jogo de véspera, é preciso fazer bem o trabalho dentro de quadra. Vamos entrar com respeito e dedicação para buscar o melhor resultado", garante o treinador. 

Já a UFJF, em 10º lugar e ainda brigando para entrar no G-4, enfrenta o Voleisul-Paquetá-Esportes-RS, nono colocado, em Novo Hamburgo, às 19h. A situação na tabela também é de diferença de cinco pontos e uma vitória do time da Zona da Mata é fundamental para as pretensões de retomar a briga por uma classificação inédita.

Já o Montes Claros Vôlei, em oitavo, pega o Ziober-Maringá-PR, em sétimo, no Norte de Minas, às 19h. Os dois times se separam no torneio por apenas um ponto e o duelo promete pegar fogo, diante de campanhas bastante parecidas.