Novo rei saudita renova governo e afasta filhos do antecessor

Príncipe Miteb, outro filho de Abdullah, foi mantido em seu posto de ministro encarregado da Guarda Nacional, um Exército paralelo que conta com cerca de 200 mil homens

iG Minas Gerais | AFP |

O rei Salman, de 79 anos, novo rei da Arábia Saudita, anunciou nesta quinta-feira uma importante reestruturação no governo e destituiu dois filhos do ex-rei Abdullah - anunciou a agência oficial de notícias saudita.

"O guarda das duas santas mesquitas [Medina e Meca], o rei Salman ben Abdel Aziz al-Saud, publicou hoje uma ordem real, destituindo de seu posto de chefe da Inteligência o príncipe Khalid ben Bandar ben Abdel Aziz al-Saud", informou a agência.

O anúncio foi feito uma semana depois da posse do novo rei, após o falecimento de seu antecessor, Abdullah, aos 90 anos.

Dois filhos do ex-monarca também foram destituídos: o príncipe Mishal, governador de Meca, e o príncipe Turki, que governava a capital, Riad, segundo os decretos divulgados pela televisão saudita.

Já o príncipe Miteb, outro filho de Abdullah, foi mantido em seu posto de ministro encarregado da Guarda Nacional, um Exército paralelo que conta com cerca de 200 mil homens.

Um dos meio-irmãos de Abdullah, o rei Salman designou um gabinete de 31 membros, conservando em seu cargo, em particular, os ministros do Petróleo, Ali al Nuaimi; das Relações Exteriores, Saud al-Faisal; e das Finanças, Ibrahim al-Asaf.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave