Esquerda italiana indica juiz antimáfia como presidente do país

Nenhum candidato de consenso entre esquerda e direita foi escolhido durante o prazo de 15 dias previstos pelas normas

iG Minas Gerais | AFP |

O Partido Democrático (PD, esquerda) liderado pelo primeiro-ministro Matteo Renzi propôs para o cargo de presidente da Itália o juiz constitucional e antimáfia Sergio Mattarella, uma iniciativa lançada poucas horas antes de serem iniciadas as votações no parlamento.

É provável que nenhum dos candidatos alcance os dois terços dos votos necessários, 673, nos três primeiros turnos das votações.

Nenhum candidato de consenso entre esquerda e direita foi escolhido durante o prazo de 15 dias previstos pelas normas, entre a renúncia do então presidente Giorgio Napolitano, em 14 de janeiro, e o início nesta quinta-feira das votações.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave