Incidência de raios aumentam 15% em BH e região metropolitana

Comparação é feita entre os meses de janeiro; aumento de temperatura e chuvas de verão são os principais motivos

iG Minas Gerais | Natália Oliveira |

Acidente ocorreu em São Sebastião do Paraíso, na região Sul de Minas
BRUNO FIGUEIREDO - 27.10.2009
Acidente ocorreu em São Sebastião do Paraíso, na região Sul de Minas

Os raios em Belo Horizonte e na região metropolitana já aumentaram cerca de 15% neste mês de janeiro de 2015 em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). A tendência é que esse número ainda aumente um pouco, já que há previsão de chuvas para o próximo fim de semana e o mês só termina no próximo sábado (31). 

“Neste ano, tivemos as temperaturas ainda mais elevadas que no ano passado e com isso as chuvas de verão foram mais frequentes. É nelas que os raios ocorrem mais. Em 2015, já tivemos em torno de 120 raios contra 85 do ano passado, mas o número de 2015 tende a crescer com a previsão de mais chuva e calor”, explicou o técnico meteorologia da Cemig, Geraldo Paixão.

Previsão do tempo

Para os próximos dias, a previsão é de aumento da temperatura e previsão de chuvas em Belo Horizonte e na região metropolitana da capital, segundo o PUCMinas TempoClima. De acordo com o meteorologista, Heriberto dos Anjos, nesta sexta-feira (30), a previsão é que as temperaturas cheguem a 33ºC e as minímas sejam de 18ºC.

“No sábado (31) e domingo (1), uma frente fria vinda de São Paula vai trazer a possibilidade de chuvas e as máximas devem cair um pouco ficando em torno de 27ºC.  Nas regiões Central de Minas, no Sul e no Triângulo Mineiro. A temperatura máxima do Estado deve ser de 34ºC no Norte e 14ºC no Sul.

Dicas de segurança em tempestade*:

- Não ficar embaixo de árvores - Não deixar os aparelhos eletrônicos, principalmente os que são manuseados enquanto se está na tomada, como ferros de passar. Desligar também os aparelhos ligados nas entradas dos eletrônicos, por exemplo um DVD ligado na televisão. - Não tomar banho durante a tempestade. - Tentar se abrigar em casas ou carros - Se estiver na zona rural tomar cuidado com cercas - Se estiver em um local totalmente descampado deve-se ficar agachado e em posição fetal. Se tiver mais de uma pessoa não ficarem próximas e nem se deitar no chão - Em caso de alagamento, não ligar aparelhos que tenham ficado submersos, antes da avaliação de um técnico por causa do risco de eletrocussão.

*Fonte: Demétrio Aguiar, engenheiro de tectonologia e normatização da Cemig

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave