McLaren apresenta seu 1º carro com motor Honda em 23 anos

Modelo é uma evolução do que foi usado no ano passado e erá usado por Fernando Alonso e Jenson Button

iG Minas Gerais | Folhapress |

MP4-30 foi projetado desde 2014 e suas principais novidades são o bico e a parte traseira mais fina
MCLAREN/DIVULGAÇÃO
MP4-30 foi projetado desde 2014 e suas principais novidades são o bico e a parte traseira mais fina

A McLaren apresentou nesta quinta-feira (29) o MP4-30, modelo com o qual Fernando Alonso e Jenson Button disputarão o Mundial de F-1 deste ano, que começa em 15 de março, com o GP da Austrália.

O carro, o primeiro da equipe em 23 anos a ser equipado com um motor Honda, é uma evolução do que foi usado no ano passado de acordo com a equipe inglesa. Mas, apesar disso, a McLaren espera que ele traga melhores resultados do que conseguiu em 2014.

Foi pilotando um carro McLaren com motor Honda que Ayrton Senna conquistou três títulos do Mundial de F-1. Na sua apresentação na equipe inglesa, Alonso lembrou do passado vitorioso do brasileiro com o motor da montadora japonesa.

"Nunca escondi minha profunda admiração por Ayrton Senna, meu piloto favorito, o meu ídolo na pista, minha referência", afirmou o espanhol.

No ano passado, o time só foi duas vezes ao pódio, ambas no GP da Austrália, prova que abriu o campeonato - terminou em quinto o Mundial de Construtores.

Mais que isso, a McLaren enfrenta um jejum de vitórias que vem desde o GP Brasil de 2012, quando Button ganhou a prova em Interlagos.

Não por acaso, desde o meio do ano passado, o time deu início a uma grande reestruturação em vários departamentos para tentar sair da má fase. A volta da Honda e de Alonso, que teve uma passagem frustrada pela equipe em 2007, também são trunfos que o time espera que deem frutos.

O MP4-30 foi projetado desde 2014 e suas principais novidades em relação ao modelo anterior são o bico e a parte traseira mais fina, especialmente próximo à caixa de câmbio.

Para Alonso, que deixou a Ferrari após cinco anos e nenhum título, a volta ao time inglês é um novo desafio.

"Não poderia estar mais motivado para esta temporada. Treinei bastante durante o inverno para me preparar para esta nova era da McLaren-Honda. Nunca me senti tão bem antes do início de um ano", disse o piloto espanhol.

"Meu objetivo é ajudar a escrever um novo capítulo na história desta parceria de tanto sucesso no passado. Nosso primeiro objetivo é aprender ao máximo sobre o novo carro durante a pré-temporada e sabemos que não será fácil. Mas estamos prontos para isso", completou Alonso, que será o primeiro a levar o MP4-30 à pista neste domingo (1º), em Jerez, no primeiro dia de testes da pré-temporada da F-1.

Para Button, que está na McLaren desde 2010 e tem vivido com a equipe esta má fase, o momento é de renovar as esperanças.

"Estas últimas semanas na fábrica foram interessantes. É possível sentir o otimismo e o positivismo dentro do prédio e nunca vi o pessoal tão motivado assim", afirmou o inglês, que casou-se durante as férias.

"Apesar disso não temos ilusão de que será fácil conseguir nossos objetivos. Temos um desafio enorme na nossa frente e vamos tentar chegar o mais perto possível de nossos rivais. Terminamos o ano passado em alta e é isso que tentaremos levar para 2015".

Leia tudo sobre: mclarenfdórmula 1motor hondabuttonalonso