Lutador surta, bate em prostituta e pede para 'Jesus queimar PMs'

Confusão aconteceu dentro de motel e, ao ver policiais, agressor disse: "Já vem a legião de demônios"; mulher, que teria levado socos no rosto, foi embora antes da chegada da viatura

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Um lutador de  jiu-jítsu de 24 anos foi detido após promover a maior confusão dentro de um mootel de Montes Claros, no Norte de Minas, na noite dessa quarta-feira (28). Após agredir uma garota de programa contratada por ele, o jovem ainda tentou agredir policiais e chegou e pedir que “Jesus queimasse os militares”.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, os funcionários do motel, localizado na avenida  Governador Magalhães Pinto, ouviram gritos da mulher e ligaram para o 190. Ao fazer contato na suíte, o jovem abriu a porta muito nervoso e começou a xingar e dizer frases religiosas.

Primeiro, o suspeito disse: “Já vem a legião de demônios”, referindo-se aos policiais. Em seguida, ele falou: “Senhor Jesus, queima eles”. A corporação pediu que o homem colocasse as mãos na cabeça, mas o lutador, que aparentava estar sob o efeito de bebidas e drogas, não respeitou.

O suspeito ainda tentou agredir a equipe e, nesse momento, foi necessário o uso da arma taser, que emite ondas de choques elétricos. Mesmo caído, ele ainda tentou se levantar, mas não conseguiu.

Ao se debater, ele teve escoriações e precisou ser levado ao Hospital Universitário, onde permaneceu sob escolta policial. Já a garota de programa que estava com o agressor foi embora antes da chegada da polícia.

Segundo funcionários, ela apresentava hematomas no rosto por causa de socos. A mulher não foi localizada.

A ocorrência foi encerrada na Delegacia de Plantão de Montes Claros.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave