Justiça solta motorista que matou filho de Cissa

O desembargador disse também que a prisão é medida excepcional, para evitar que os réus fujam, o que não aconteceu durante o julgamento

iG Minas Gerais |

RIO DE JANEIRO. A Justiça do Rio concedeu nesta quarta habeas corpus ao motorista que matou o filho da atriz Cissa Guimarães e ao pai do motorista, que também é acusado no caso. O desembargador Marcus Basilio, da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, considerou que os acusados devem apelar na mesma condição em que se encontravam até a condenação, que ocorreu na última sexta (23).

O desembargador disse também que a prisão é medida excepcional, para evitar que os réus fujam, o que não aconteceu durante o julgamento. O motorista Rafael de Souza Bussamra foi condenado a sete anos de prisão em regime fechado e mais cinco anos e nove meses em semiaberto.

Seu pai, Roberto Martins Bussamra, foi condenado a cumprir oito anos e dois meses de reclusão em regime fechado e mais nove meses de detenção em regime semiaberto.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave