Costa do Marfim avança às quartas da Copa Africana de Nações

Marfinenses derrotaram a seleção de Camarões por 1 a 0

iG Minas Gerais | AFP |

Considerada uma das favoritas ao título da Copa Africana de Nações, a Costa do Marfim garantiu presença nas quartas de final ao derrotar por 1 a 0 a seleção de Camarões, que está eliminado da competição.

A última vaga para a fase de mata-mata será definida de forma inusitada, por sorteio, já que Guiné e Mali, que empataram em 1 a 1 nesta quarta-feira, se encontram numa situação de igualdade em todos os quesitos (pontos, saldo de gols particular e geral, melhor número de gols marcados).

O sorteio será realizado nesta quinta-feira, às 16h00 locais (13h00 no horário de Brasília), no hotel onde estão hospedados os dirigentes da Confederação Africana de Futebol, revelou a entidade. A última vez que uma vaga foi definida desta forma foi em 1988. Na ocasião, a Argélia foi sorteada e a Costa do Marfim ficou pelo caminho. Os argelinos terminaram em terceiro lugar do torneio.

"Temos que respeitar o regulamento, não temos escolha. Vamos tremer durante o sorteio, eles tambpem. Seria melhor encontrar uma solução esportiva para resolver este problema. A definição da vaga deveria ser em campo", lamentou Henri Kaspercazk, técnico do Mali.

Gradel decide A última rodada do grupo D começou com a tabela totalmente embolada, depois de quatro empates em 1 a 1 nas quatro primeiras partidas.

Com o triunfo sobre os 'Leões Indomáveis', a Costa do Marfim terminou em primeiro lugar com cinco pontos, dois de vantagem sobre Guiné e Mali. Com apenas dois pontos, a seleção camaronesa está fora do torneio.

O Guiné não chega as quartas de final desde 2008, enquanto o Mali foi terceiro colocado das últimas duas edições.

Em Malabo, o gol da vitória dos 'Elefantes' foi marcado aos 38 minutos do primeiro tempo por atacante Max Gradel. O atacante do Saint-Etienne desarmou Guihoata e soltou uma bomba da entrada da área, sem chances para o goleiro Ondoa.

Nas quartas, a Costa do Marfim voltará a contar com seu principal jogador ofensivo, o atacante Gervinho, da Roma, que cumpriu duas partidas de suspensão por ter sido expulsona estreia.

Já a Guiné chegou a ter a classificação em mãos aos 15 minutos de jogo, quando saiu na frente com um gol do volante Kevin Constant, ex-jogador do Milan, hoje no Trabzonspor, da Turquia.

Modibo Maïga, do Metz, manteve o Mali vivo na competição e forçou a decisão por sorteio ao empatar de cabeça aos 2 do segundo tempo.