Padrasto é suspeito de abusar de enteada em patrocínio

A menina de 12 anos contou à polícia que os abusos aconteciam desde que ela tinha 8 anos

iG Minas Gerais | Natália Oliveira |

A Polícia Civil de Minas Gerais, abriu nesta quarta-feira (28) inquérito para investigar a suspeita de abuso de um homem de 41 anos contra a enteada de 12, em Patrocínio, no Alto Paranaíba. De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, a denúncia chegou por meio de uma denúncia anônima  na noite desta terça-feira (27).

A menina contou aos policiais que desde quando tinha oito anos o padastro abusava dela. Cansada das agressões, a menina contou o que ocorria para alguns familiares e amigos. O homem é casado com a mãe da vítima há oito anos, mesmo tempo em que a menina alega terem começado os abusos.

A delegada de Patrocínio, Laís Vieira, encaminhou a menina para fazer exames de corpo e delito. Como abriu o inquérito nesta quarta-feira, a delegada disse que por enquanto não dará mais informações. Ela também não deu detalhes de como o suspeito agia. 

Inicialmente, o suspeito será investigado em liberdade, porque a ocorrência não dava mais flagrante, já que o último abuso teria sido há quatro dias. O homem ainda irá prestar depoimento. O laudo com os exames da menina deve ficar pronto em 30 dias. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave