Chelsea bate Liverpool na prorrogação e avança à final da Copa da Liga

Gol da vitória do Blues foi marcado no primeiro tempo do tempo extra pelo sérvio Ivanovic

iG Minas Gerais | AFP |

Gol de Ivanovic iniciou nos pés do brasileiro Willian, que cruzou na medida
Facebook/Reprodução
Gol de Ivanovic iniciou nos pés do brasileiro Willian, que cruzou na medida

Em duelo eletrizante com emoção até o fim, o Chelsea garantiu sua classificação para a decisão da Copa da Liga Inglesa ao derrotar o Liverpool por 1 a 0 na prorrogação, nesta quarta-feira em Stamford Bridge. Depois do empate em 1 a 1 do jogo de ida, em Anfield, as duas equipes ficaram no 0 a 0 no tempo normal, mas os goleiros belgas Courtois e Mignolet tiveram muito trabalho para manter o placar intacto.

O brasileiro Willian foi decisivo, com uma cobrança de falta certeira para a cabeça do sérvio Ivanovic, que anotou gol da vitória londrina aos 4 minutos do primeiro tempo da prorrogação. O italiano Mario Balotelli, que praticamente não havia jogado nos últimos dois meses, entrou aos 25 do segundo tempo, mas pouco acrescentou e não conseguiu evitar a eliminação dos 'Reds'. O time londrino decidirá o título em 1º de março em Wembley, com o vencedor do duelo entre Tottenham e Sheffield Wednesday, da terceira divisão. O Tottenham leva vantagem, por ter vencido por 1 a 0 em casa na partida de ida. Bombardeio do Chelsea Depois de ter escalado um time misto no último sábado, quando o Chelsea foi humilhado em casa pelo Bradford, da terceira divisão, na Copa da Inglaterra (4-2), o técnico José Mourinho foi a campo com sua força máxima. Os brasileiros Oscar, Willian e Filipe Luís foram titulares, assim como Diego Costa, sergipano naturalizado espanhol. Ramires começou no banco, mas entrou no início do segundo tempo, no lugar de Fábregas. Do lado do Liverpool, o técnico Brendan Rodgers optou por começar o jogo sem centroavante fixo, com os jovens Sterling e Philippe Coutinho formando a dupla de ataque, mas mudou de ideia apenas aos 25 da etapa final, quando colocou Balotelli em campo. O jogo começou amarrado, com leve domínio do Liverpool, que deu trabalho ao goleiro Courtois com chutes de Steven Gerrard e Coutinho. Depois de um primeiro tempo morno, o duelo pegou fogo depois do intervalo, com um verdadeiro bombardeio do Chelsea sobre o gol dos 'Reds'. Eden Hazard quase decidiu o confronto com uma grande jogada individual aos 14 do segundo tempo. O belga fez fila na defesa do Liverpool e soltou uma bomba da entrada da área, mas a bola passou raspando a trave do seu compatriota Mignolet. Diego Costa teve outra chance clara cinco minutos depois, obrigando o goleiro belga a fazer uma defesa difícil com o pé. Mignolet salvou novamente o Liverpool aos 20, quando venceu novamente seu duelo particular com Diego Costa, que recebeu sozinho na área e foi desarmado pelo goleiro antes de poder finalizar. Balotelli desperdiça Depois de um segundo tempo emocionante, o jogo foi para a prorrogação, com o Liverpool obrigado a marcar pelo menos um gol para não ser eliminado. Balotelli teve boa oportunidade de se redimir do seu péssimo início de temporada logo no início do tempo extra, mas seu chute da entrada da área foi parar na arquibancada. Quem acabou balançando as redes foi o Chelsea. Willian cobrou falta com precisão e achou a cabeça do sérvio Ivanovic, que subiu mais alto que todo mundo para anotar o gol da classificação. O Liverpool terminou o jogo com quatro atacantes, com Lambert se juntando a Coutinho, Sterling e Balotelli, mas de nada adiantou. A vaga para a final ficou com os 'Blues', que lavaram a alma depois do vexame da Copa da Inglaterra. Mourinho busca o tricampeonato na competição, que já conquistou em 2005 e 2007.

Leia tudo sobre: chelsealiverpoolliga inglesafutebol