Aeronautas e aeroviários aceitam acordo de 7% de reajuste salarial

Proposta havia sido feita um dia após paralisação dos trabalhadores e também previa aumento de 8,5% no ticket alimentação

iG Minas Gerais | Folhapress |

Assembleias realizadas com aeronautas (comissários e pilotos) e aeroviários (profissionais que atuam em solo) aceitaram o acordo de 7% de reajuste salarial proposto em audiência de conciliação realizada no Tribunal Superior do Trabalho (TST) na última sexta-feira (23).

O acordo havia sido feito um dia após a paralisação dos trabalhadores e também previa um reajuste de 8,5% no ticket alimentação. A aprovação dos trabalhadores era aguardada para a assinatura da assinatura da Convenção Coletiva de Trabalho entre os sindicatos das empresas e das companhias aéreas, que deve ocorrer na quinta (29).

Além do incremento salarial, ficou definido que grupos de estudo serão criados para que até o dia 1º de junho um adendo ao acordo, tratando sobre folgas, escalas, limite de diárias e tabelas da jornada de trabalho seja feito.

Paralisação

A paralisação de comissários, pilotos e trabalhadores de aeroportos aconteceu entre as 6h e 7h da última quinta e afetou todo o país. Segundo a Anac, 18% dos voos que decolaram com atrasos superiores a 30 minutos. São dez pontos percentuais a mais do que o registrado na quinta-feira anterior.

No dia seguinte, dirigentes dos sindicatos das empresas e dos trabalhadores do setor aéreo fecharam proposta de aumento salarial de 7% para os trabalhadores. O acordo foi fechado em uma audiência de conciliação realizada no Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave