Sob os ensinamentos de Beckham, Paulinho busca surpreender no Mineiro

O jogador de 25 anos, em 2011, atuou no Los Angeles Galaxy, dos EUA, quando teve contato com o craque inglês

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA |

ESPORTES . GOVERNADOR VALADARES , MG

O jornal O Tempo foi conferir como estao os preparativos do Democrata de Valadares, da cidade de Governador Valadares, para o inicio do Campeonato Mineiro

FOTO: LINCON ZARBIETTI / O TEMPO / 12.01.2014ESPORTES . GOVERNADOR VALADARES , MG

O jornal O Tempo foi conferir como estao os preparativos do Democrata de Valadares, da cidade de Governador Valadares, para o inicio do Campeonato Mineiro

FOTO: LINCON ZARBIETTI / O TEMPO / 12.01.2014
Lincon Zarbietti / O Tempo
ESPORTES . GOVERNADOR VALADARES , MG O jornal O Tempo foi conferir como estao os preparativos do Democrata de Valadares, da cidade de Governador Valadares, para o inicio do Campeonato Mineiro FOTO: LINCON ZARBIETTI / O TEMPO / 12.01.2014ESPORTES . GOVERNADOR VALADARES , MG O jornal O Tempo foi conferir como estao os preparativos do Democrata de Valadares, da cidade de Governador Valadares, para o inicio do Campeonato Mineiro FOTO: LINCON ZARBIETTI / O TEMPO / 12.01.2014

Imagine ter em sua equipe um cobrador de falta que treinou ao lado de David Beckham e Landon Donovan. Esta é a realidade do Democrata de Governador Valadares para a disputa do Campeonato Mineiro 2015.

Paulinho Le Petit tem 25 anos e, em 2011, teve a oportunidade de atuar no Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos. O meia chegou aos EUA por meio da Traffic Sports, que tem ligações com o antigo Miami FC, hoje Fort Lauderdale Strikers, destacando-se e conseguindo uma vaga na equipe do astro inglês.

“Atuei por um tempo nos Estados Unidos e voltei após uma conversa do meu empresário com o presidente do Democrata. Joguei no Miami FC, nos (Fort Lauderdale) Strikers e no Los Angeles Galaxy. Atuei ao lado de grandes jogadores, como David Beckham e Donovan e, independente do clube, cada jogador tem algo para te passar”, afirmou o meio-campista.

Apesar do contato breve com Beckham, de apenas seis meses, Paulinho deixa claro que o aprendizado nos Estados Unidos foi gigantesco, principalmente nas cobranças de falta. Na pré-temporada da Pantera, o meia já anotou um gol de falta, no primeiro amistoso contra o Real Noroeste-ES.

“Bater igual ele na bola é bem difícil. Mas deu para aprender um pouco com ele, a maneira de cobrar falta; tive algumas dicas. Pode esperar que vou tentar surpreender”, disse.

Depois de deixar o Galaxy, Paulinho ainda passou pelo Americano-RJ, São Bento-SP e Tupi, indo em seguida para o Miami Dade, equipe fundada em 2014 e que atua mais em torneios regionais.