Polícia prende homem apontado como maior assaltante de bancos do Rio

Entre as ações com suspeita de participação de Léo estão um assalto a uma agência bancária na Tijuca, no qual foram feitos dois reféns

iG Minas Gerais | Agência Brasil |

Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) do Rio de Janeiro prenderam na noite de ontem (27) Leonardo Braga da Silva, conhecido como Léo Capoeira, de 29 anos. Ele é apontado pela Polícia Civil como o maior assaltante de bancos e caixas eletrônicos do estado. Entre as ações com suspeita de participação de Léo estão um assalto a uma agência bancária na Tijuca, no qual foram feitos dois reféns.

Segundo a polícia, Léo também integra a principal milícia que atua na zona oeste da cidade do Rio, a Liga da Justiça. "Nós conseguimos efetuar a prisão dele próximo as barcas [em Niterói]. Ele nos levou em sua residência e falou que ele estava com uma arma. Nós recolhemos essa arma e levantamos que essa arma é de um vigilante da Caixa Econômica, levada após um assalto feito na semana passada. Também encontramos com ele uma quantia em dinheiro, que a gente suspeita que tenha sido roubado dos caixas, tendo em vista que são diversas notas novas e de dois reais", contou Cunha.

Para o delegado, a prisão dele foi importante e terá uma queda significativa em assaltos a bancos públicos. Segundo Cunha, a DRF tem provas suficientes contra o acusado e ele já possuía três mandados de prisão pendentes por roubo. A arma apreendida com ele será encaminhada para a Polícia Federal, que está investigando outros crimes cometidos pelo acusado. De acordo com o delegado, Léo Capoeira vai responder por porte ilegal de arma de fogo, falsificação de documento público, que ainda será investigada pela polícia.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave