Crédito soma R$ 3 trilhões em 2014, mas tem crescimento baixo

Operações fecharam o ano com crescimento abaixo da projeção do Banco Central (BC), que estimava elevação de 12% em relação ao estoque de crédito atingido no final de 2013

iG Minas Gerais | Agência Brasil |

Enquanto taxa média de mercado é 7%, operadoras cobram 10,7%
LEO FONTES / 2.10.2009
Enquanto taxa média de mercado é 7%, operadoras cobram 10,7%

As operações de crédito do sistema financeiro somaram R$ 3,022 trilhões em dezembro, com crescimentos de 2% no mês e de 11,3% em doze meses. As operações fecharam o ano com crescimento abaixo da projeção do Banco Central (BC), que estimava elevação de 12% em relação ao estoque de crédito atingido no final de 2013. O montante representou 58,9% do PIB (Produto Interno Bruto, soma das riquezas de um país), ante 58% em novembro e 56% em dezembro de 2013.

As elevações mensal e anual refletiram as elevações nas carteiras de pessoas físicas e jurídicas, que totalizaram R$ 1,414 trilhão e R$ 1,608 trilhão em dezembro. O saldo de operações envolvendo pessoas físicas subiu 1,8% ante novembro e 13% em doze meses. No caso de pessoas jurídicas, a elevação mensal foi 2,2%, e a anual, 9,8%.

O crédito com recursos livres, em que os bancos têm autonomia para aplicar o dinheiro captado, somou R$ 1,579 trilhão. Houve elevação de 1,7% ante novembro e 4,7% em doze meses. O crédito com recursos direcionados, em que os empréstimos devem seguir regras definidas pelo governo, alcançou saldo de R$ 1,443 trilhão, registrando elevações de 2,4% no mês e de 19,6% em doze meses.